Para além de competências técnicas e estratégias, a gestão de comunicação em saúde exige um conjunto de soft skills que, antes de mais, começam com uma dose generosa de bom senso. Tal não parece ter acontecido na mais recente campanha da Crioestaminal e as reações não se fizeram esperar no próprio canal de Facebook da empresa