Archives for posts with tag: 2011

Estão aqui em votação alguns dos mais representativos blogs de 2011, nas mais diversas áreas. Para todos os que sentenciava a morte da blogosfera, pensem duas vezes e votem em consciência!

Anúncios

A Nespresso é um daqueles exemplos que a maior parte dos marketeers gostaria de ter criado. Pelas melhores razões, a marca entra na vida dos seus clientes, verdadeiros fãs, para lhes proporcionar brand experiences diferenciadas: seja na experiência de loja (ok, fora da época natalícia), numa encomenda online, numa degustação em casa ou num daqueles email marketings que chegam à nossa emailbox para provar que a excepção existe para confirmar a regra. E abrimos, sempre à espera de ser surpreendidos. É o que normalmente acontece. O exemplo mais recente é este jogo interactivo que desafia os fãs a serem figura de capa da revista Nespresso. Embrulhada com os ingredientes do costume (que mais não é preciso), é o exemplo de uma campanha simples (!) e eficaz. Mas como profissionais de comunicação, temos também que deixar uma nota menos positiva à adaptação dos textos para português, com erros sintáticos e ortográficos… É uma “nódoa” fácil de resolver nas próximas campanhas. What Else?

Desta vez, a visão da Google sobre o ano que está quase a terminar…

As últimas semanas do ano são normalmente dadas a momentos de reflexão e análise… Embora 2011 ainda não tenha terminado, o Facebook deixa-nos para já uma lista daquelas que foram, até agora, as histórias mais partilhadas nesta rede social ao longo do ano. Um bom mosaico para nos apercebermos das dinâmicas próprias desta rede social e da forma como, muitas vezes, o inesperado se torna um fenómeno viral. O artigo do Mashable está disponível aqui. Boas leituras!

Um aplauso para a equipa internacional da Boehringer Ingelheim que decidiu criar um jogo pedagógico, inspirado nos modelos Facebookianos (FarmVille e afins) que tanto sucesso têm recolhido junto do público. No caso do Syrum, o jogador tem a responsabilidade de gerir uma empresa farmacêutica, promovendo a investigação e desenvolvendo novos medicamentos que possam salvar o mundo.

O jogo pode ser associado ao perfil de Facebook dos jogadores tornando-se uma verdadeira experiência social. Por enquanto em versão Beta, espera-se que o lançamento oficial aconteça ainda antes do final do ano.

Fonte: WeFind

Brian Solis, uma das referências internacionais no mundo das redes sociais, anunciou o título do seu próximo livro: The End of Business As Usual. Depois de uma bem sucedida publicação de Engage!, com duas excelentes edições recomendáveis a todos os profissionais e curiosos da área, Solis vai agora explorar os contornos da revolução no consumidor e na forma de consumir que, por arrasto, está a moldar toda uma nova forma de encarar os negócios, os media e a cultura. Para Solis, à medida que os consumidores se ligam mais rapidamente uns aos outros criam uma teia eficaz de troca de informação que, em última análise, vai influenciar de forma determinante percepções, experiências de marca, decisões e… mercados.

The End of Business As Usual já pode ser pré-reservado na Amazon. Mais informações aqui!

Aqui fica a nossa sugestão para este fim de semana… Aproveitar o tempo livre para explorar algumas Apps de iPad, especialmente úteis para quem desempenha funções na área das Public Relations. Boas leituras!!

Pela primeira vez, a PRWeek criou um ranking específico para as empresas de RP em termos de volume de negócios na área online. Este ranking teve como base o report anual Top 150 e inclui as agências que disponibilizaram dados quantitativos sobre a percentagem que o online representa no negócio de cada uma delas.

Sem grande surpresa vemos por exemplo o “gigante” Edelman em 5º lugar do ranking, com o online a facturar qualquer coisa como 2 milhões de libras, embora esta área represente apenas 9% do total do seu negócio de Public Relations. A We Are Social segue de perto a Edelman e focaliza 100% do seu negócio no online: com uma equipa de 30 pessoas factura 2 milhões de libras.

Entre os serviços mais contratados estão as online promotions e a gestão de reputação online. A gestão de canais e comunidades (principalmente Twitter e Facebook) é cada vez mais vista como um serviço de base das próprias agências de PR e não propriamente uma competência ou serviço especial. O artigo completo pode ser lido aqui.

A Coca-Cola continua a ser a maior página no Facebook com uma impressionante comunidade de cerca de 29 milhões de fãs nesta rede. O “pódio” do Facebook completa-se com a Disney e a Starbucks, com 24,7 milhões e 22,6 milhões de pessoas respetivamente. Os crescimentos mais notáveis no Top 10 desde o início de 2011 foram protagonizados pela Playstation (100%) e pela Converse All-Star (70%). Todas as estatísticas disponíveis no Social Bakers.

No mundo dos Social Media, o Conteúdo continua a ser Rei. Devidamente adaptado de acordo com plataformas, formatos, objectivos e estratégias de marketing, são os Conteúdos e a sua Relevância que constroem relações online.

A evolução tecnológica e a generalização de dispositivos móveis repletos de capacidades interactivas, como os smartphones e os tablets, estão a mudar o cenário das interacções online. A noção clássica de que estas relações acontecem em casa ou no trabalho, em frente ao PC, está a deixar progressivamente corresponder à realidade. Estima-se que nos próximos 5 anos, 50% do tráfego da dados na Web seja feito através de dispositivos móveis, constituindo um novo desafio para comunicadores e produtores de conteúdos.

A Conferência Web Content 2011 – Going Mobile realiza-se em Chicago nos dias 6 e 7 de Junho. Um evento a acompanhar, protagonizado por alguns dos especialistas que acabam por ditar tendências nesta área para o resto do mundo.